Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Invisible Girl Daily

Sou do tipo de pessoa que molha a casa depois da banho, come doces antes do almoço, briga com amigos as vezes sem razão, come toda a pipoca durante os trailers, erra, mas afinal quem é perfeito? Aproveite a vida enquanto a tempo.

Invisible Girl Daily

Now when you say you wanna slow down


Talvez seja uma das raparigas mais incertas que habitam este planeta. Quero o que quero quando já me fugiu, não quero quando está a minha frente. Realmente não sei o que quero, quais os objectivos a alcançar de momento. Não me importava de ficar o dia todo a dormir, sem contacto com o mundo exterior. Nunca me senti tão exausta física e emocionalmente, mas há momento que me sinto super bem, como nunca antes. Quero uma ilha bem longe daqui, apenas apanhar sol, dormir e comer. Tudo muito básico. Acima de tudo quero é esquecer... tu e principalmente eu.

Uma coisa que já não me dava à imenso tempo chorar a 1 am, a correr e a ligar para a minha salvação. Só queria um buraco para desaparecer, uma chuva para me lavar de tudo, lavar as lágrimas, os medos, inseguranças, o amor em vão, esta discórdia... Que raio de disfunção.

Abraço, abraço onde estás tu quando tens de me apertar. E assim acabo eu abraçada aos joelhos a fazer força para aguentar mais um segundo, mais um dia, para me sentir intacta.

"There is not a single word in the whole world that could describe the hurt."

Mummy mummy


Sei que estás mal em parte por minha causa. Ficas assim porque não me consegues ajudar, nem aliviar a frustração que sinto. Sentes-te mal ao me ver sofrer e sem me conseguires ajudar. Desculpa, eu não soube lidar (ainda não sei) com o que me aconteceu e por isso deixava-te muitas vezes de fora do que sentia simplesmente porque pensava que não valia a pena ficares preocupada comigo. Era preferível sofrer sozinha, mas tinha aqueles dias em que transbordava e levava tudo à frente. Já tens que chegue. A doença do pai também não ajudou e juntamente comigo. Sei que choravas sozinha sempre que me vias no quarto revoltada, a chorar por as coisas serem como são e não puderes fazer nada. É o meu luto e eu sinto-me sozinha quando se toca a "isto". Sabendo que não tem volta possível, que é algo de que não tenho escolha, é um "isto" que dói e que é para a vida, que nisto ninguém pode ajudar. E agora vejo-te a ti assim e não aguento. Sinto-me culpada, ao querer-te poupar ajudei a ficares assim =(

És a pessoa que mais amo na vida, não és perfeita mas és a maior e sei que vais conseguir ultrapassar tudo isto. Eu estou aqui mãe. Vamos superar mais este obstáculo. Não estás sozinha... Eu estou aqui <3

When dreams are just a memory


Saudade a nossa, quer dizer saudade a minha. Mas nada é mau, embora a saudade esteja aqui escondida. Há que sentir... Eu e ela fizemos uma acordo, ela deixa-me estar razoavelmente bem. Tento ignorar o que não percebo, não entendo o que se passou. Apenas dia após dia, apetece-me ficar por dias na cama sem me mexer, apenas a respirar, sem pensamentos ou saudades de quem nada merece, pelo menos assim parece. Mandar tudo por correio para um destino longínquo. Quando os sonhos são uma memória, o mundo te vira as costas e o amor é difícil de agarrar. São duas da manhã e estou triste demais para dormir. O que eu quero não é aquilo que preciso, promessas foram quebradas. A esperança foge pelos dedos e estas paredes não me fazem sentir em casa.

O início é apenas outro fim... Mas lembro.me que basta continuar a respirar e saber que não estou sozinha. Basta recuperar o fôlego e deixa-lo ir porque ele assim o quer...