Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Invisible Girl Daily

Sou do tipo de pessoa que molha a casa depois da banho, come doces antes do almoço, briga com amigos as vezes sem razão, come toda a pipoca durante os trailers, erra, mas afinal quem é perfeito? Aproveite a vida enquanto a tempo.

Invisible Girl Daily

All day long

large (9).jpg

 

Bem, digamos que isto aqui não anda tudo claro como água e muito menos com sentido.

Sentido nisto tudo, vejo nenhum.

Entre estes quero e não posso, irrita-me um pouco, como se pode largar a mão a algo que nos faz feliz e que para além disso, tudo no universo diz que está certo, que não há lugar mais acertado para se estar. Nunca me senti no lugar que pertencia, até tu chegares, agora sei onde é o meu lugar no mundo, e podes ter a certeza que isso não desaparecerá. Não entendo, mas aceito, talvez um pouquinho mal, mas aceito. Tudo a minha volta me dá avisos e tal, ninguém pode saber o que era e como é. Nunca há bem a noção do verdadeiro sentido das coisas, se nem as pessoas que estão envolvidas quando mais as que vêem e sabem o que se quer que saibam.

Tenho um forte pressentimento que vai ficar tudo bem, mas o problema disto tudo é o tempo, não sei quanto tempo vai demorar, nem quanta saudade o meu coração poderá aguentar, e os picos de ai vai se tudo resolver e no fim os sentimentos e as pessoas vão ficar mais fortes ou isto vai tudo pelo ralo, o pior é mesmo a espera, a ansiedade, a falta que me fazes, tu nos meus dias sempre presente.

Entendo que às vezes é preciso espaço para nós próprios resolvemos coisas interiormente, e que por vezes fica difícil nos orientarmos e depois andar a adiar e a tentar lidar sozinho com as coisas também não ajuda, e que a única solução parece ser afastar por medo de magoar, expectativas, ou pelo simples fato que não nos sentirmos a 100% nós.

Mas aprendi e da maneira mais difícil, que sozinho as coisas podem passar, mas demora e custa muito mais, sofrimento a mais, quando que o mundo é bem mais fácil se resolvemos partilhar e deixarmos as pessoas que nos amam ajudar, se bem que não é fácil, nada fácil. Eu ainda hoje tento, mas é complicado, ainda não gosto de falar sobre o que verdadeiramente me atormenta, tem dias. Mas aos pouco e com as pessoas certas lá consigo mandar tudo cá para fora e fica um alívio, não só porque temos alguém a nos apoiar mas alguém com quer partilhar o que não nos deixa dormir, o que faz com que aquela lágrima esteja lá mesmo sem ninguém dar conta, ou porque as expressões faciais estejam tão carregadas mesmo com um sorriso. Como se diz "tristezas não pagam dívidas", e é verdade. Ainda temos um longo caminho de aprender a partilhar e a não ter receio de pedir ajuda, nem que seja falar, já faz milagres. Não tens de carregar o peso do mundo aos teus ombros.

Se tiveres a ler isto, eu vejo na tua cara e se reparares bem também vais notar, talvez seja uma das pessoas que melhor te conhece, sei os teus tiques, os teus hábitos, os teus humores e os teus olhos falam comigo sem a tua autorização. E tu bem que me conheces.

Se perguntarem e me virem, eu estou bem, continuo a fazer a minha vida normal de tédio, estágio, dormir, estágio, um cafezinho e portefólio. Um pai teimoso que desistiu de viver e que gosta de bem atormentar talvez seja pesado. Vou te continuar a orgulhar, eu sei disso. Vou acabar o curso este ano, quero-te lá a agarrar a minha mão, e com sorte daqui a um ano já terei a carta, depois levo-te e ai podes reclamar de como eu conduzo lindamente. Sabes que já sei o teu presente de Natal? Isto quando vem a inspiração uiuii. Faz-me tanta confusão não estar na tua vida todos os dias, nada era melhor que depois de um dia inteiro, estar contigo 2/3 horitas mesmo que elas fossem uma corrida.

E muito além disto tudo: vou cuidar de mim, passear mais, gostar mais de mim, continuar a sorrir por cada pensamento teu que me passa na cabeça, e também ter uns quantos ciúmes pequeninos. Sair mais com os meus amigos, mais cafés ao fim do dia, mais conversas, mais fotos, mais risos, mais prazer na vida.

E que tu encontres o caminho de volta para a nossa caminhada que ainda agora começou, e que percebas que o caminho é muito melhor quando a minha mão esta entrelaçada na tua.

Saudade que é esta, e só tu podes curar.