Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Invisible Girl Daily

Sou do tipo de pessoa que molha a casa depois da banho, come doces antes do almoço, briga com amigos as vezes sem razão, come toda a pipoca durante os trailers, erra, mas afinal quem é perfeito? Aproveite a vida enquanto a tempo.

Invisible Girl Daily

No purgatório do Amor

large (18).jpg

 

Estas semanas têm sido horríveis da minha vida. Hoje mais um dia sem ti, mais um dia em que te tento entender e conseguir uma razão para essa tua decisão. Sinto-me magoada, revoltada e ainda não mentalizada do fim. Hoje senti, mais vez mais, a tua falta de amor.Tenho estado aqui à espera de um milagre. À tua espera que venhas ter comigo, que me queiras de volta, que deixes os medos e queiras tentar e te esforçar, cumprir as promessas que prometeste... que me venhas aqui pedir desculpa, por todo o sofrimento, as lágrimas... pelo farrapo que estou. Que o teu coração veja realmente o que quer, que vejas o que verdadeira importa e faz sentido na vida.

Sinto-me uma parva porque em todos os carros que passam por mim procuro por ti, em todas as sombras e em todas as pessoas procuro-te, vejo-te. Cega ao ponto de acreditar que vais aparecer a dizer que sentes saudades minhas, e que me queres, a verdade é que não vais. Nem tu vens, nem o teu amor vai ser suficiente para nós, as tuas atitudes comigo não vão mudar. Quero tanto conseguir desapegar-me de ti, deste amor que outrora foi pleno e em igual, até posso dizer que em tempos foi mais teu que meu, mas já não é. Agora o meu ultrapassa as barreiras do teu com uma discrepância inexplicável e indescritível. Não mereces que eu acredite incondicionalmente, não mereces esta esperança que eu ainda tenho no nosso amor.

Mas o que eu quero e peço é forças, forças para me conseguir desapegar. Porque, apesar de tudo, não consigo há muito carinho e amor, eu espero desesperadamente por esse momento.  A espera por algo acabou, chegou a hora de parar de sentir pena de mim e esperança que tu arranjes coragem de fazer algo com o que sentes por mim e deixes os medos e o que simplesmente deixes andar e ver o que acontece e que vais ver que te faço falta e que todas as promessas eram de verdade. Que amor difícil o nosso, ambos nos amamos e a vida deu jeito de não nos aguentar juntos. Tenho de ser eu a dizer-te adeus, porque tu já deste, este amor fazes-me tão mal de momento... mas como? Uma mulher quando ama... é uma mulher com esperança infindável e inabalável.

As pessoas são muito complicadas e o amor é, por vezes, complicado. Há amores que não foram escritos para serem fáceis.

 

4 comentários

Comentar post