Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Invisible Girl Daily

Sou do tipo de pessoa que molha a casa depois da banho, come doces antes do almoço, briga com amigos as vezes sem razão, come toda a pipoca durante os trailers, erra, mas afinal quem é perfeito? Aproveite a vida enquanto a tempo.

Invisible Girl Daily

Destiny

-O meu destino?

-Exactamente.

-E isso quer dizer o quê?

-Não sei. Mas saberás quando lá chegares.

 

 

Mas agora sozinha, comecei a perceber que o destino pode magoar, e dou por mim a perguntar-me porque razão de todas as pessoas que alguma vez poderia gostar tinha de gostar de alguém que foi levado para longe. De alguém que me leva para longe, que me afasta. Que diz coisas bonitas mas passado um pouco diz completamente o contrário. Que diz mas demonstra o contrário. Podes pensar que é dos meus olhos para posso-te garantir que não sou só eu que vejo.

Queres que eu me aproxime mas com as tuas acções eu só me afasto. As tuas acções são o oposto das tuas palavras.

 

Acredito em destino? Talvez, o destino pode ser descrito de várias maneiras, tem diferentes significados.

Há pessoas destinadas para mim? Gosto de pensar que sim, que cada pessoa que marca a minha vida directa ou indirectamente tem um significado.

Há pessoas que sem elas agora eu não sobreviveria, chamem o que quiserem destino, amizade, loucura, exagero... Sinceramente não eu me interessa nem importa.

Feel Down

You´re not the only one.

I know you think that you´ve been down. You never know when thing will turn around come closer when you´re alone. I know you feel so hopeless. See it feels bad now but it´s gonna get better. SOMEDAY...

Medo...

 "Eu também tenho medo, mas não digo nada. Gosto de sorrir para a vida e pensar que tudo vai correr bem, mesmo quando os dias me trocam as voltas e chego à noite estoirada, sem encontrar sentido às coisas."

 

É verdade todos temos os nossos medos, no meu caso prefiro esconde-los, mas também sei que tenho momentos( pequenos, mas não interessa) em que o medo toma conta de mim, eu tento impedir, mas se as pessoas a minha volta olhares para mim nesses momentos ao me verem sorrir, olhariam para os meus olhos e chorariam comigo. Porque os olhos são o espelho da alma. Nem sempre a alma está bem, o corpo pode fingir que esta, mas no nosso interior sabemos que isso não é verdade. E escondemos a verdade de nós próprios, o que dificulta a tarefa de " curar a ferida".

Verdadeira verdadinha há dias em que nada faz sentido. O porquê das coisas, o porquê das acções, o porquê de existirmos, o porquê de sofremos...

Nem tudo tem de ter sentido, acho que dava em doida se tudo tivesse. Não peço calma neste mundo de pernas para o ar, talvez porque sei que é impossível ou porque não me via no mundo direitinho. Sei que muitas vezes parece que quando resolvemos uma confusão, já estamos noutra. O que por vezes irrita, principalmente quando a culpa não é nossa mas lá estamos nós mesmo no centro dela.

Será justificável temos medo?

Para mim sim, o medo torna-me mais forte, com cada medo que ultrapasso é uma vitória.

O sofrimento faz-nos crescer, os medos fazem-nos fortalecer.